Noivos gays ¨se casam¨ na China Resposta

Quando Da Wen disse “sim” para Xiao Qiang em seu casamento em um restaurante de Pequim no sábado (22/01), foi uma cerimônia que visa não apenas a união de duas pessoas no amor, mas também uma tentativa de reforçar a luta contra a Aids. 


Os dois homens, sabendo que o casamento entre homossexuais não é reconhecido pela lei chinesa, ainda queriam declarar a união deles em público como um exemplo para outros casais gays na China. Embora o casamento não pode ser registrado oficialmente, o casal recebeu um certificado, com fotos dos dois e o selo do ¨Comitê do Casamento Feliz da China¨, uma organização que não existe. 

Xiao Dong, diretor da equipe de prevenção da organização ¨AIDS Pequim¨, disse que os casamentos homossexuais ajudariam as pessoas na comunidade gay a se prevenirem contra a AIDS. Ele disse que o casamento poderia selar relacionamentos e evitar variações bruscas de parceiros sexuais e que a falta de uma lei para regular os casamentos do mesmo sexo na China tornou mais difícil para os casais homossexuais manterem seus relacionamentos. 

¨As pessoas das comunidades gay, muitas vezes têm vários parceiros sexuais, devido à ausência de direito, portanto, aumentando dramaticamente o risco de contrair AIDS. Cada tentativa de combater a disseminação da Aids vale a pena tentar, inclusive o casamento¨, disse Xiao em entrevista ao Beijing Times. 

O casal só convidou seus amigos da comunidade gay em Pequim para a cerimônia. Parecia um momento agradável e comovente, quando os dois homens se abraçaram no casamento, prometendo que iriam amar um ao outro sempre.

Houve pelo menos uma voz discordante após a cerimônia, que criticou o objetivo de prevenção da AIDS. Tony Zhen, diretor da Shanghai Leyi, uma organização que presta apoio aos profissionais do sexo, disse: 

– É difícil entender a relação que liga o casamento e a prevenção da AIDS.

Zhen disse que os gays ainda poderão ter outros parceiros sexuais, mesmo depois do casamento, e se um esposo descobrir um caso de amor, não existe nenhuma lei do casamento para protegê-lo.

Cantor Jason Mraz espera legalização do casamento gay para se casar com a noiva dele Resposta

O cantor Jason Mraz e a noiva Tristan Prettyman
Jason Mraz e Tristan Prettyman ficaram noivos em dezembro, mas o cantor diz que o casal provavelmente não vai demorar a caminhar até o altar.


O cantor afirmou aos convidados do concerto para beneficiar a Fundação Americana para a Igualdade de Direitos nesta semana, que ele está esperando até o casamento ser legal para todas as orientações sexuais antes de ele tomar se casar. 

– Nós dois sentimos que no nosso noivado, temos uma união que é realmente especial e não pode ser quebrada. É um vínculo sagrado. O casamento seria bom para a nossa família, nossos amigos, nossa comunidade, mas não podemos nos casar até que o casamento gay seja legal e igual … Eu acho que dar às pessoas o direito de casar será um grande movimento de direitos civis. 

No passado, Brad Pitt fez um tipo similar de declaração em relação ao casamento com Angelina Jolie.

Para Ricky Martin, todo gay nasce gay Resposta

O cantor afirma também que já pensou em ser bissexual.



Desde que assumiu a sua homossexualidade em seu site oficial, em março de 2010, o cantor Ricky Martin vive hoje de uma maneira diferente e se sente mais feliz e completo.

Em entrevista à revista Veja, o ex-integrante do grupo Menudos, que estourou nos anos 80, afirmou que foi bom encerrar anos de especulação sobre a sua sexualidade. Ao mesmo tempo, a revelação bombástica pôs fim à crise pessoal que, por um momento, o levou a ter uma vida de apenas “cansaço e tristeza”.

O astro, hoje com 39 anos, comentou que chegou a ter relações com mulheres e até se apaixonou por várias, a ponto de considerar ser bissexual.

– Conheci mulheres com quem tive uma conexão surpreendente e que me fizeram descobrir a sensação que pode ser compartilhada por um homem e uma mulher durante o sexo. […] Mas no fim do dia quero estar com um homem.

Esconder a homossexualidade era o que mais cansava o cantor, que não queria mais fingir ser quem não era. Os filhos gêmeos Matteo e Valentino, de 2 anos (gestados por uma mãe de aluguel), foram o fator principal para o ator fazer a revelação.

– Quero mais é que meus filhos falem a seus amigos: “Meu pai é gay e ele é muito legal”.

Na opinião do cantor, todo gay nasce gay e é a vida social que se opõe a essa natureza, e é aí que começa o conflito.

– Eu disse à minha mãe: “Isso não é uma preferência, não foi uma decisão que eu tomei. Nasci assim”. Não pense que ontem fui de um jeito e agora decidi ser isso.

Sobre o medo de perder parte de seu público, o cantor revela que essas questões acabaram passando pela sua cabeça, mas acredita que, passado quase um ano, as pessoas estão respondendo positivamente.

Com 60 milhões de discos vendidos no mundo, o porto-riquenho vai lançar neste ano o álbum Musica + Alma + Sexo, seu primeiro em cinco anos, período em que se dedicou à paternidade.

*Com informações do R7.