Metade dos homens têm HPV Resposta

Metade de todos os homens podem estar infectados com o vírus papiloma humano, ou HPV, aponta uma pesquisa da Flórida de ontem (02/03). 


Por causar o câncer de ânus, pescoço e cabeça no homem, e também câncer cervical nas mulheres, a descoberta pode sustentar o argumento de que a vacinação contra o vírus nos meninos, é necessária. 

O centro de pesquisa ¨H. Lee Moffitt Cancer Center and Research Institute¨ estudou as taxas de infecção entre os mais de 1.100 homens com idades entre 18-70 em os EUA, Brasil e México. Cinqüenta por cento eram portadores do HPV no momento em que o estudo começou.

Ao longo do tempo, foi mostrado que os homens foram infectados com o HPV com a mesma porcentagem que as mulheres, que estão sendo convidadas a receberem a vacina Gardasil contra o vírus o mais cedo possível. No entanto, a pesquisadora Anna Giuliano disse que, enquanto as mulheres são capazes de combater o vírus naturalmente, os homens não são tão inerentemente capazes.

O HPV pode ser transmitido sexualmente ou pelo contato via oral ou genital com fluidos contaminados, que afeta a área genital e a mucosa oral. Como toda doença sexualmente transmissível, o HPV pode ser evitado com o uso da camisinha, porém no homem ainda existe outro risco, já que é possível contrair o vírus pela bolsa escrotal, que não recebe a proteção da camisinha.

Comemorando 30 anos de carreira, grupo Village People volta a fazer shows no Brasil Resposta

O irreverente grupo americano Village People, conhecido por cantar sucessos como ¨YMCA¨, ¨Macho Man¨ e ¨In The Navy¨, comemora 30 anos de carreira com dois shows no Brasil.
O grupo se apresenta nos dias 27 de maio no HSBC Brasil, em São Paulo e no dia seguinte no Floripa Music Hall, em Florianópolis. As informações podem ser encontradas no site oficial da banda.
Para quem não quiser perder o show irreverente da banda, os ingressos já estão à venda nos sites do Ingresso Rápido, para a apresentação de São Paulo e no Blue Ticket, em Florianópolis. Os preços variam entre R$ 80 e R$ 280 no primeiro dia e R$ 100 e R$ 250 para o segundo dia.
O grupo Village People surgiu das boates gays nos Estados Unidos e foi criado em fins da década de 1970, tendo inspiração no famoso bairro gay de Nova Yorque, Greenwich Village, e ficaram conhecidos por se apresentarem fantasiados com roupas que simbolizavam a masculinidade, como o policial, o índio norte-americano, cowboy, operário, soldado e motociclista.

Blogueiro Perez Hilton arrecada fundos para instituição de apoio a jovens gays Resposta

Perez Hilton: Blogueiro

O blogueiro gay mais polêmico dos Estados Unidos, Perez Hilton, está oferecendo convites para a comemoração de aniversário dos seus 33 anos. Mas os convites não serão distribuidos de qualquer forma.

Em uma campanha para arrecadar doações para ajudar uma instituição de caridade que beneficia homossexuais adolescentes, Perez Hilton promete dar 3 convites com direito a um acompanhante, para os que doarem o maior valor para a instituição.
Nas últimas festas do blogueiro, personalidades como Liza Minelli, Justin Bieber e Katy Perry foram uns dos convidados. 
No seu blog, Perez diz que o maior presente que alguém poderia dar a ele é uma doação para essa instituição que protege os gays adolescentes:
– Eu estava tão comovido no ano passado com todas as histórias de suicídios e bullying contra os gays, e esta é uma forma concreta que tenho para ajudar a fazer uma grande diferença! Qualquer doação, mesmo que de um ou dois dólares, será uma grande ajuda.
Pelo visto sua maneira de postar e de viver falando mal das celebridades está realmente mudando. Ele mesmo, no ano passado, havia declarado que precisa tomar uma posição a respeito dos acontecimentos tristes a respeito de bullying e suicídio entre os jovens gays do mundo todo.

Apenas Mulher, por Ingrid Villa Resposta

O blog quer ouvir as mulheres no Mês da Mulher! O tema é: Mês da mulher lésbica. Mande seu artigo para: oblogentrenos@gmail.com, com sua cidade.

A leitora e nossa seguidora no Facebook, Ingrid Villa, do Rio de Janeiro, manda o seu recado em forma de poema!

Apenas Mulher

Você que busca no dia a dia sua
independência, sua liberdade, sua
identidade própria;

você que luta profissional e
emocionalmente para ser
valorizada e compreendida;

Você que a cada momento tenta ser a
companheira, a amiga, a “rainha do lar”;

Você que batalha incansavelmente por seus
próprios direitos e também por um mundo
mais justo e por uma sociedade sem
vioência;

Você que resiste aos sarcasmos daqueles
que a chamam de, pejorativamente, de
feminista liberal e que já ocupa um
espaço na fábrica, na escola,
na empresa e na política;

Você, eu, nós que temo capacidade

temos também o dever de
gerar alternativas para que a nossa Ação
criadora realmente ajude outras mulheres a conquistarem
a liberdade de Ser…

Ser a mulher que ama outra Mulher…

Ser a Mulher que vai ser Feliz,
Independente da Opinião da Sociedade!

CNJ arquiva ação contra juíza que condenou militar gay Resposta

Eliana Calmon

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu arquivar o recurso do sargento do Exército Laci Araújo contra a decisão de punir a juíza Zilah Maria Petersen, que o condenou por deserção. A condenação pela Justiça Militar ocorreu em 2008, depois que o sagento Laci assumiu publicamente um relacionamento homoafetivo com Fernando Alcântara, outro militar. O sargento Laci alegava preconceito na decisão.

O CNJ já havia decidido que a juíza não tinha agido motivada por preconceito. O sargento Laci recorreu, pedindo que o caso fosse analisado pelo plenário do conselho. Nesta terça-feira (01/03), a relatora do caso, ministra Eliana Calmon, apresentou voto contra o recurso de Laci. Os demais ministros seguiram o voto da relatora.
O sargento Laci foi condenado pela Justiça Militar em 2008 por deserção. A alegação na época é que ele não tinha se apresentado ao serviço por cerca de uma semana. Dias antes, ele havia concedido entrevista à revista “Época” em que admitiu ter um relacionamento homoafetivo com o sargento Fernando Alcântara.
O casal chegou a ser preso – Laci por deserção e Fernando por uso irregular do uniforme. Fernando pediu desligamento do serviço militar. Apesar de condenato, o sargento Laci recorreu e continua nos quadros do Exército.
O sargento Laci negou à Justiça Militar que tivesse desertado e afirmou que não compareceu ao servico por problemas de saúde. Há uma ação na Justiça Federal de Brasília em que ele pede a comprovação de que os atestados e laudos médicos apresentados à Justiça Militar são verdadeiros.
O ex-sargento Fernando afirmou que já esperava o posicionamento do CNJ. Ele disse considerar “positivo” que um juiz militar tenha sido levado ao plenário do CNJ. Mas lamenta “porque o CNJ diz, com essa decisão, que não se faz nada de errado no processo. Mas a gente entende que ela agiu por preconceito. Isso fragiliza a história que não é só minha nem do Laci. É de centenas de pessoas que sofrem preconceito nas Forças Armadas”, afirma Alcântara.
No fim do ano passado, p Supremo Tribunal Federal (STF) já havia rejeitado um agravo de instrumento de Araújo, em que ele alegou cerceamento de defesa e pedia a anulação da condenação por deserção. O entendimento foi de que o STF não era a instância adequada para julgar o caso porque não havia questão constitucional no processo.
Companheiro do sargento Laci, Fernando afirmou que pretende agora ingressar com ação na Corte Interamericana de Direitos Humanos, na Costa Rica.
“Essas decisões são importantes porque a gente pode agora ir à Corte Interamericana. Queremos o reconhecimento do Estado de que houve perseguição por política homofóbica. A Justiça brasileira não consegue reconhecer isso até pela força que tem as Forças Armadas”.
Fernando, que foi candidato a deputado federal pelo PSB e não conseguiu se eleger, disse que ele e Laci cogitam pedir asilo político a outro país por meio da Corte Interamericana. Eles afirmam sofrer perseguição.

 *Com informações do G1