Casal de lésbicas acusa pizzaria de homofobia no Paraná Resposta

Um casal de lésbicas acusa a pizzaria Milão, na Zona 1 de Maringá (PR) de homofobia. No dia 27/02, após trocarem selnhos, as duas jovens foram convidadas a se retirar.
Antes, um garçom abordou as duas, pedindo que elas pararem. Iuska Wolska, umas das supostas agredidas, afirma que foi conversar amigavelmente com o gerente da pizzaria, mas ele foi agressivo e ameaçou chamar a polícia. “Vocês ficam se lambendo e pegando nos peitos uma da outra. Aqui tem criança, você não está vendo? Ficam com esse comportamento inadequado”, teria dito o gerente. Após a discussão, elas foram expulsas do estabelecimento.
A pizzaria Milão respondeu ao site “Maringay”, que recebeu a denúncia de Iuska, dizendo que os casais “começaram a se acariciar e beijar de forma desmedida, causando constrangimento em crianças e familiares que ali estavam”. Wladecir Paim, proprietário da pizzaria Milão, disse que solicitou ao garçom que abordasse o casal. Ele disse que o garçom foi educado na abordagem ao casal.
Segundo Wladecir, a discussão começou na segunda abordagem do garçom: “solicitei a outro garçom que tinha mais amizade com as meninas para convence-las a respeitar, neste momento elas se irritaram e começaram a fazer escândalos, dizendo em gritos que era preconceito e batendo boca e incomodando ainda mais as pessoas, neste momento foi pedido para que elas se retirassem, já que não sabem se comportar em uma pizzaria”.
Apesar da pizzaria Milão dizer que não houve preconceito em função da orientação sexual do casal, mas sim em razão de um suposto comportamento inadequado do casal, Iusk nega e diz que nenhum cliente reclamou do comportamento das duas e que não houve desvio de comportamento delas. “Eu dei uns poucos selinhos na minha namorada”, afirma Iuska.
Esse é o segundo caso de homofobia no Sul do Brasil, em menos de uma semana, ontem o blog noticiou que um casal de gays foi agredido em Florianópolis, com golpes de facão e chineladas, além de xingamentos.
Interessante que sempre que acontecem esses casos, os donos de estabelecimentos alegam que houve um comportamento inadequado do casal (de gays ou lésbicas), mas eu desconheço algum caso de casais heterossexuais que tenham sido expulsos de algum estabelecimento.

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s