Plano Piauí Sem Homofobia fica pronto até junho Resposta

Os órgãos do Governo do estado do Piauí realizaram, nessa quarta-feira (14/03), a primeira reunião para a elaboração do Plano Estadual de Cidadania e Direitos Humanos (Plano Piauí sem Homofobia), com o objetivo de sensibilizar gestores e a sociedade civil para a necessidade de uma rede de proteção social para adolescentes e jovens sobre a problemática da homofobia.
A reunião foi convocada pela Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc), através da Diretoria de Direitos Humanos, que ficou responsável pela preparação do relatório de avaliação e diagnóstico para a elaboração do plano.
O debate com os órgãos foi conduzido pelo coordenador do Centro de Referência LGBT Raimundo Pereira, Vitor Kozlowski, e pela diretora de Direitos Humanos, Gilvana Gayoso. “A elaboração desse plano deverá ser feito por todos os estados. A determinação partiu da Conferência Nacional de LGBT”, explica Gilvana.
Dentre os órgãos participantes estava a Coordenadoria da Juventude, representada por Plínio Dumont. Para ele é necessário uma maior integração entre os representantes, e que todos em conjunto possam elaborar um material de sensibilização sobre a homofobia. “Sugiro que essas reuniões possam acontecer mês a mês, para que os projetos não fiquem somente no papel e sim concretizados de fato”, afirma Plínio.
“Essa ligação com as secretarias é de grande importância para a delegação das políticas públicas no Estado, efetivando a articulação e concretização de projetos voltados para jovens LGBTs”, diz Gilvana. Vitor Kozlowshi ressaltou ainda a importância das secretarias do Estado em conhecer as medidas previstas no plano que foi elaborado na Conferência Estadual e o texto base, o que irá contribuir para a articulação e a sensibilização de cada órgão da problemática.
Foi decidido na reunião que será realizada uma oficina com as equipes de cada órgão para melhor conhecer as propostas e poder elaborar o plano Estadual. “Cada órgão com base nas diretrizes poderão elaborar suas proposta de acordo com a realidade local. Cada órgão deve, a partir de agora, montar seu grupo de trabalho para discutir as ações possíveis”, disse Gilvana. A próxima reunião ficou marcada para o dia 13 de abril.

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s