Documentário sobre bullying finalmente vai estrear sem classificação etária Resposta

Depois de muita polêmica em torno do novo documentário ¨Bully¨ (entenda o que aconteceu clicando aqui), finalmente o filme vai ser lançado sem classificação etária, o que faz o diretor Lee Hirsch acreditar que as crianças irão querer ver o filme, e cabe aos cinemas decidir se deixam elas entrarem ou não. 

O documentário mostra os ataques incessantes de assédio moral no sistema escolar americano e vai ser lançado na próxima sexta-feira em Los Angeles e Nova York, sem nenhuma classificação. A decisão na verdade de permitir a entrada de crianças vai caber aos donos dos cinemas. Isso porque decidiram retirar a classificação do filme que antes só poderia ser visto por maiores de 17 anos. 
A jovem lésbica, Katy Butler, responsável por arrecadar cerca de meio milhão de assinaturas pedindo a reclassificação do filme, comemora a decisão: 
– Eu estou feliz que ¨Bully¨ irá manter a sua autenticidade e será um retrato fiel do que milhares de jovens sentem todos os dias. 
Sobre a decisão de não ter editado a linguagem utilizada pelos adolescentes no filme, o diretor explica: 
– A pequena quantidade de linguagem no filme, que é responsável pela classificação para maiores de 17 anos, está lá porque é real. É o que as crianças que são vítimas de bullying encaram todos os dias. Todos os que nos apóiam vêem isso e estamos gratos pelo apoio que temos recebido. Eu sei que as crianças vão vir então vai depender dos cinemas deixarem ou não elas entrarem.

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s