Morte emocional Resposta


Você também pode enviar o seu artigo para: oblogentrenos@gmail.com


Temos visto casos em que vários homossexuais são mortos, mas quero falar um pouco dos que são mortos diariamente com palavras de afrontas, acusações, agressões de seus familiares e que não aparece na mídia. Homossexuais que, dia após dia, sofrem mortes emocionais dentro de suas próprias casas.

Não vou revelar meu nome aqui, mas vou contar um pouco da minha história, para que alguém em algum lugar saiba que o que sofre, todos sofremos.

Tenho 21 anos, venho de uma família tradicional “evangélica”, fui criada na igreja desde que me entendo por gente. Tive relacionamentos com rapazes, porém, aos 19, tive um relacionamento com uma amiga, o que me fez entrar em crise, afinal: “Jesus não ama os homossexuais”. Sim, em um local onde JESUS deveria ser pregado como AMOR, Ele era pregado como PRECONCEITUOSO. A crise foi grande, corri para lideres da igreja que me “internaram” em um lugar para “libertação”, foram longos 5 dias sem comunicação com ninguém, apenas ouvindo que eu tinha que me confessar e me arrepender dos meus pecados. Me conta qual pecado existe em Amar, se o próprio DEUS é Amor? Mas enfim.. fiquei lá até que depois de uma lavagem cerebral, eu entendi que estava errada.

Voltei pra casa, porém minha vida nunca mais foi a mesma. Na igreja, quem sabia me olhava e tratava diferente. Aquelas pessoas que eu confiei, não confiavam em mim. Não pude estudar no seminário da igreja porque havia tido caso com mulher. Não pude ter ministério na igreja, porque eu poderia cair em pecado de novo. O DEUS que me disseram que me perdoaria, pode até ter perdoado, porém os “Ungidos” dEle, jamais o fizeram.

Pouco tempo depois perdi minha mãe, a única que me aceitou da maneira que eu sou. Uma cirurgia sem sucesso a levou pro céu, e não, ela não era evangélica, porém tinha o melhor coração que já vi na vida: uma mãe que sonha ver a filha casar com um militar e ter filhos, simplesmente diz que ama a filha mesmo ela sendo homossexual, não merece outro lugar.

Mamãe se foi, e junto dela foi-se a família que eu pensei ter.

Os pastores que eu havia contado do meu “pecado” entraram em contato com a minha família para falar que eu tinha um caso com uma amiga – na época era amiga, hoje minha namorada. Entraram em contato com a família dela para falar que eu era homossexual e que era para afastá-la de mim. E eu ali, no enterro da minha mãe, enquanto várias pessoas me julgavam ser homossexual. No mesmo dia apanhei em casa por ser homossexual, depois disso, a luta se tornou diária.

Afrontas, agressões, perseguições.. Não tinham fim. Tentei me matar algumas vezes, a dor da morte era mais doce do que imaginar que eu teria que voltar pra casa e ver aquelas pessoas “tão cheias de DEUS”, me perseguindo, me tirando sangue, me atormentando.

De lá pra cá, a vida mudou.. Eu mudei, me tornei alguém mais tolerante com as diferenças, que respeita mais as pessoas e que ama mais as pessoas..
Contei um pouco de mim, porque sei que varias pessoas sofrem com isso. Nossos familiares nos amam, até descobrir que somos homossexuais. Tudo bem ir para balada e pegar 100 rapazes, mas se você tem um relacionamento sério homossexual, você não vai pro céu, você é sujo, é olhado de maneira diferente. Você pode ser o melhor no que faz, mas sempre vão te achar inferior.

Pra você que sente/passa por isso, fica aqui meu conselho: não desista de você e do que te faz feliz. Sei que é difícil, acredite que eu já passei por MUITA coisa, mas é a luta pela minha felicidade, pela sua felicidade. Não deixe de ser quem você é porque querem que isso aconteça, ou porque acham errado. 

Se todos temos liberdade de ir e vir, temos liberdade de Amar a quem quisermos.

Li algo hoje que me fez pensar: a Lei de Deus diz amai-vos uns aos outros, não falou em gênero.
Que nos apoiemos nisso!!!

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s