Governo do Mato Grosso do Sul une programa de transferência de renda ao combate à homofobia Resposta



O Centro de Referência em Direitos Humanos de Prevenção e Combate à Homofobia (CentrHo), em parceria com a Superintendência de Benefícios Sociais (SUBS), levará o tema homofobia às reuniões com famílias beneficiárias do Programa Vale-Renda, programa de transferência de renda do governo do Matogrosso do Sul. 


Segundo levantamento da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), 61,9% dos registros de denúncias de homofobia tiveram como agressor alguém próximo à vítima. O levantamento também aponta um grande número de casos em que a família rejeita os jovens que revelam sua orientação sexual, manifestando essa rejeição através da negligência e abandono.

De acordo com o coordenador do CentrHo, Leonardo Bastos, o conhecimento contribui para a quebra de paradigmas e do preconceito. “Discussão do tema em espaços como esses visa informar e promover o fortalecimento dos laços familiares e diminuição da discriminação por orientação sexual no ambiente familiar”, afirma o coordenador.

Confira o cronograma de reuniões: 


Iniciativa maravilhosa essa do governo do Matogrosso do Sul. Parabéns, governador André Puccinelli (PMDB)! Acredito que orientando pais e familiares de homossexuais a respeito do tema, pode-se, sim, evitar muitos ataques homofóbicos ou tratamento discriminatório. Sentindo-se mais seguro, sendo aceito pela família, certamente o homossexual que é perseguido na escola, teria uma outra atitude frente a uma agressão.

O ideal seria que o governo federal do PT – partido que, na oposição, sempre levantou bandeira em favor dos LGBTs – fizesse uma campanha nacional contra a homofobia nas mídias, implantasse o programa Escola sem Homofobia e pressionasse à base aliada no Congresso, para que o PLC 122 seja aprovado. Mas, por enquanto, o que vemos é um governo rendido aos evangélicos e indiferente às proporções trágicas que a homofobia tomou no Brasil.
Você pode parabenizar o governo do Mato Grosso do Sul, ligando para o telefone:
(67) 3318.1000.

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s