Gloria Parez não pretende abordar beijo gay em “Salve Jorge” Resposta

Em entrevista ao repórter Neto Lucon, da revista Caras, a novelista Gloria Perez, ao ser perguntada se “depois da censura do beijo gay, em América (2005) pretende abordar novamente a temática em algum personagem ou um novo beijo?”, foi enfática:

Leia também: ¨Beijo gay só lá em casa¨, diz o autor Aguinaldo Silva

“Ah não, esse assunto já foi: até a propaganda política já mostrou o beijo.” (risos)

Estou procurando a graça, senhora Gloria Perez. O fato é que, até agora, nenhuma novela mostrou beijo gay e olha que a suposta censura ao beijo entre os atores Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro foi em 2005. 

Até quando os LGBTs vão  esperar para serem retratados de maneira natural? E não me venha com papo igual ao do Walcyr Carrasco, dizendo que os próprios gays não se beijam na vida real, pelas ruas, que eles deveriam fazer isso antes de cobrarem que a novela mostre algo. Acontece que as novelas – e não é só na Globo, é na emissora da Igreja Universal do Reino de Deus, a Record, é no SBT, que mostrou um beijo lésbico em “Amor e Revolução” (2011), mas vetou o beijo gay – não mostra carícia nem em cena íntima, aliás, não mostra nem cena íntima entre gays.

Então, senhora Gloria Perez, isso não é motivo de riso, mas de choro, é de se lamentar esse tipo de postura, alienada, de quem vive em uma bolha e não consegue enxergar a importância de um beijo gay. Mas também é de se lamentar o comportamento de LGBTs que continuam assistindo à novelas, mesmo não sendo retratados por elas.

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s