Federação de Futebol da Holanda faz campanha contra a homofobia Resposta


Federação Holandesa de Futebol acaba de lançar comercial para combater a homofobia no futebol, um essporte superhomofóbico. A campanha “Gay? Não há nada de estranho nisso” busca que os atletas assumam suas orientações sexuais.
No vídeo, a ideia foi relatada de vários métodos, mas o maior destaque foi para um jogador que vive dentro de um armário e é questionado com a pergunta: “Por que não sair? Seu time está ao seu lado”. 

Por aqui, bem que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) poderia lançar uma campanha contra a homofobia nos gramados e nos estádios e redes sociais, porque ela rola solta.

EUA: Mitt Romney é contra contra a extensão do casamento a gays Resposta


Bay Buchanan conselheira de Mitt Romney, candidato republicano à Presidência dos EUA, veio a público dizer que ele é contra a extensão do casamento a pessoas do mesmo sexo.
Poucas horas depois do último debate Bay Buchanan veio a público esclarecer que o candidato republicano apoia uma emenda que defina o casamento apenas entre um homem e uma mulher e que cada estado nos EUA deve ser livre de decidir sobre diversos direitos associados ao casamento como adoção ou visitas hospitalares.
Perante esta posição, e na eventualidade de Romney ganhar as eleições, prevê-se uma luta nos tribunais pelos direitos de gays e lésbicas conseguirem a nível nacional o reconhecimento casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Neste momento esta guerra já decorre na justiça dos EUA mas com diversas batalhas ganhas do lado da igualdade, incluindo vitórias em diversos tribunais de segunda instância que consideraram a lei federal inconstitucional.
O próprio Presidente Barack Obama já veio a público apoiar a igualdade e recusou-se a defender nos tribunais a atual lei federal que define o casamento civil como apenas válido entre pessoas de sexo diferente. Em resposta os congressistas republicanos apresentaram-se por sua própria iniciativa nos tribunais para tentarem manter a lei inalterada.

Pastor diz que gays são culpados pelo furacão Sandy Resposta


De acordo com o pastor americano, John McTernan, os gays são responsáveis pelo furacão Sandy, a supertempestade atingiu os EUA. Ah, além dos homossexuais, o presidente Barack Obama e candidato Mitt Romney também são culpados, porque “os dois candidatos são pró-homossexuais e estão por trás da agenda homossexual”. 
Em seu blog , o pastor descreveu o Sandy, como “o furacão mais poderoso da história.” Mas, em vez de explicar os padrões climáticos que o levaram a esta conclusão, ele preferiu apontar o dedo para Barack Obama por este “ser pró-gay” e “estar 100% por trás da Irmandade Muçulmana, que jurou destruir Israel e tomar Jerusalém.”
Para McTernan, a América promove a homossexualidade com eventos como o “Gay Pride Day”, “Gay Awareness Month” (Junho), “Gay day at Disney land”  e eventos como o “Southern Decadence” em Nova Orleans. Há também clubes gays no ensino médio e faculdades. Os partidos políticos estão cedendo aos homossexuais por conta dos seus votos. 
“A Bíblia nos adverte que Deus julga uma nação que caminha nestas ordenanças. Quando a atitude corporativa de uma nação é amigável para com a homossexualidade, então neste momento ela está cheia de iniquidade.”, disse o pastor.
Ele também afirmou que Mitt Romney é “pró-homossexual” (essa é novidade para nós!): “Mitt Romney” é um grande apoiador pró-homossexual, ele vai manter a aceitação da homossexualidade no exército, ele quer homossexuais nos escoteiros. Ele e os Homossexuais querem mais abertura no Partido Republicano”.
McTernan já havia culpado os homossexuais pelo furacão Isaac, que atingiu o Estado americano da Louisiana e Nova Orleans em agosto desse ano.

Bom, dá para ver o nível de loucura dessa criatura. Mas o que mais impressiona é saber que muita gente acredita e segue esse tipo de maluco. Aliás, McTernan não chega a ser uma exceção, pelo contrário.