Aprovação de medidas liberais indica derrota de conservadores nos EUA Resposta

 
 

A representante democrata de Wisconsin, Tammy Baldwin, fez história ao se tornar a primeira lésbica assumida a ser eleita como senadora nos Estados Unidos. Em Maryland e Maine, os eleitores aprovaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo, pela primeira vez por voto popular. E Colorado e Washington tornaram-se os primeiros estados americanos a legalizar o uso recreativo da maconha, com a aprovação de uma emenda à Constituição estadual. As vitórias liberais desta terça-feira refletem mais um revés para o Partido Republicano, grande derrotado das eleições americanas.

Em Maryland, casais gays poderão se casar a partir de 1º de janeiro. A aprovação nos dois estados pode adicionar pressão ao Tribunal Supremo dos EUA, que terá a última palavra sobre a constitucionalidade do casamento gay em todo o país. Esta é a primeira vitória do movimento gay desde que Barack Obama declarou apoio à causa durante a campanha – atitude inédita entre os presidentes americanos.

– A noite de terça-feira mostrou como a história acontece: a aprovação, pela primeira vez, do casamento entre pessoas do mesmo sexo pelo voto popular; a reeleição do presidente, que se tornou o primeiro a apoiar o casamento homossexual; e a primeira eleição de uma senadora abertamente gay – afirma em sua coluna Frank Bruni, do “New York Times”.

Os resultados em Maine e Maryland quebraram uma sequência de vetos por voto popular em 32 estados, desde 1998. Eles se tornarão os sétimo e oitavo estados a permitir que casais do mesmo sexo possam se casar.

Por: Marina Gonçalves, Agência O Globo

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s