Número sobre homofobia na Região das Vertentes (MG) assusta e Poder Público nada faz 1

Movimento Gay da Região das Vertentes
O Movimento Gay da Região das Vertentes (MGRV) com sede em São João del-Rei (MG), divulgou relatório sobre os atendimentos jurídicos e de saúde prestados pela entidade no ano de 2012. O relatório é parte das atividades executadas pela organização não-governamental no ano passado. Ele aponta dados preocupantes sobre violência contra LGBTs na Região das Vertentes. 
No campo dos direitos humanos a ONG recebeu 61 denúncias de preconceito e discriminação motivados por homofobia. Crimes de lesão corporal – agressão física – representam 42,62% dos casos. O coordenador do MGRV, Carlos Bem, explica que os atendimentos relatados são os que chegam ao movimento. “Os atendimentos são realizados e as pessoas orientadas sobre os procedimentos a serem adotados. A maioria desiste de lutar por seus direitos. Seja pelo medo da exposição midiática por estarmos numa cidade religiosa e de interior, seja por acreditar na impunidade de crimes homofóbicos. Os números, certamente, são maiores. Muitos homossexuais não denunciam a discriminação” relata. 
  
Na saúde, uma das áreas de atuação do movimento, 185 pessoas buscaram informações sobre testagem para HIV, prevenção à aids e direitos das pessoas que vivem com HIV. 
A ausência de políticas públicas sobre direitos humanos na cidade é apontada como a maior responsável pela violação de direitos da comunidade gay em São João del-Rei. “Quando o poder público, sobretudo a prefeitura, não está preocupada com a violação dos direitos humanos dos grupos sociais mais vulneráveis por questões sociais e culturais a violência e violação de direitos vira rotina. Se o poder público não faz parte da vida dessas pessoas, elas estão condenadas à invisibilidade, à violência, à violação de direitos. Precisamos mudar essa realidade” afirma Carlos Bem. 
Em 2012 o Movimento Gay da Região das Vertentes manteve em parceria com a Universidade Federal de São João del-Rei o projeto de extensão “Centro de Referência em Direitos Humanos e Combate a Homofobia”. 
Mais dados podem ser conferidos abaixo:
 
Relatório de Atendimentos Movimento Gay da Região das Vertentes – 2012
Área de atuação: Direitos Humanos
– Jurídicos e psicológicos – Total: 61 atendimentos/orientações realizados com base em discriminação por orientação sexual e identidade de gênero na Microrregião das Vertentes com cidade pólo São João del-Rei, Minas Gerais, sendo sub-divididos de acordo com a demanda apresentada:
 
– Lesão corporal (agressão física): 26 casos
– Calúnia e difamação: 08 casos
– Ameaças diversas (morte e agressão): 13 casos
– Chantagem/Tentativa de extorsão: 02 casos
– Demissão do trabalho: 04 casos
– Expulsão de estabelecimentos comerciais: 03 casos
– Orientação sobre união estável/casamento civil: 05 casos
Área de atuação: Saúde – HIV/AIDS
Atendimentos realizados com base na dispensação de informações e insumos de prevenção sobre AIDS e outras DST. 
Total de atendimentos: 185 atendimentos, sendo sub-divididos de acordo com a demanda apresentada:
– 93 com dúvidas sobre testagem para HIV;
– 35 com dúvidas sobre prevenção ao HIV/AIDS;
– 57 com dúvidas sobre direitos das pessoas que vivem com HIV. 

Um Comentário

  1. Pingback: Não há nada mais amargo neste mundo do que um homem que não acredita em nada « FATOS & FOTOS

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s