Estúdios recusam novo filme de Steven Soderbergh, por considerá-lo ‘demasiado gay’ Resposta

Cena do filme

Cena do filme

O filme de Steven Soderbergh (de “Traffic” e “Erin Brockovich”) Behind the Candelabra, com Michael Douglas e Matt Damon nos principais papéis – que retrata a vida de Liberace (Douglas) e do seu jovem amante Scott Thorson (Damon) – foi recusado por todos os estúdios a que foi apresentado por ser considerado “demasiado gay”.

Apesar de ter um realizador de renome, duas estrelas bastante conhecidas, e um orçamento irrisório para uma produção de Hollywood, de 5 milhões de dólares, Behind the Candelabra apenas encontrou ‘uma casa’ na estação de televisão americana HBO.
Em 2013, num mundo pós Brokeback MountainI Love You Phil MorrisMilk, entre outros, e produções televisivas como Modern Family Glee, resta saber o que ainda é considerado como “demasiado gay” em Hollywood.
O filme tem Michael Douglas no papel do lendário performer e Matt Damon como seu jovem amante Scott Thorson. O filme é baseado nas memórias de Thorson. O diretor e os atores conversaram com os jornalistas numa coletiva de imprensa promovida pelo canal em Pasadena, Califórnia.

De acordo com a “Entertainment Weekly”, Douglas disse que Damon foi corajoso ao aceitar o papel.

– Não acho que eu teria tido a mesma coragem que ele está tendo – disse Douglas.

Douglas contou que o diretor o convidou para o papel 13 anos atrás, no set de “Traffic”.

– Logo no início das filmagens, Steven disse: ‘Já pensou sobre Liberace?’, lembrou Douglas. – Olhei para ele e pensei: ‘esse cara está brincando comigo?’. Isso mostra como a ideia é antiga.

Damon contou que o filme mostra um nível de intimidade jamais visto em relacionamentos gays no cinema.

– Se esta fosse uma relação entre um homem e uma mulher, você diria em alguns momentos: ‘opa, eu não deveria estar aqui’ (tamanha a intimidade do relato). Mas isso é entre dois homens, e eu nunca vi esse filme antes – disse Damon.

Os atores disseram que precisaram passar dias a fio em testes de figurino. Algumas das roupas de Liberace foram usadas como modelos, mas eles não tiveram acesso a elas.

*Fontes: Qüir Patrícia Kogut

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s