Venezuela: Capriles rechaça declarações ‘homofóbicas’ de Maduro 2

Henrique Capriles Radonski

Henrique Capriles Radonski

O candidato presidencial da oposição na Venezuela, Henrique Capriles Radonski, rechaçou as declarações consideradas por ele como “homofóbicas” do presidente interino, Nicolás Maduro.

“O problema, Nicolás, é você. Você é o problema. Direi isso muitas vezes. Está há 100 dias no governo, e já teve 50% de desaprovação. Tudo que tem feito foi se esconder na imagem do presidente [Hugo Chávez, morto na semana passada]. Deixem que o presidente descanse em paz”, disse Capriles em uma entrevista em Caracas.

O candidato opositor qualificou de “fascistas, de extrema direita” as palavras de Maduro que insinuam que Capriles é gay por ser solteiro.

“Isto é fascismo e eu vou pedir respeito, porque eu quero um país de inclusão”, destacou ele.

O candidato também classificou de xenófoba a declaração de Maduro sobre “as crianças de sobrenome” e recordou que o governo tem muitas pessoas com sobrenomes provenientes de outros países.

Capriles destacou que “não há nem uma só palavra minha que ofenda a família do presidente Chávez. Se existe uma palavra na qual ofendi a família do presidente, eu me retrato publicamente”.

O candidato opositor disse ainda que se afastou do cargo de governador do estado de Miranda para atender às exigências eleitorais em vista das eleições de 14 de abril.

Fonte: ANSA

  1. Pingback: https://blogentrenos.wordpress.com/ | " F I N I T U D E "

  2. Pingback: ENTRE NÓS. | " F I N I T U D E "

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s