Em vídeo, Feliciano diz que ‘Satanás está infiltrado no governo brasileiro’ 4

Deputado Pastor Marco Feliciano

Deputado Pastor Marco Feliciano

Um novo vídeo que circula na internet — que mostra o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) fazendo críticas ao Congresso e ao governo brasileiro — está sendo divulgado pelos deputados que questionam a eleição dele para a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias. No vídeo, o pastor diz, entre outras coisas, que se “apavora” todas as terças-feiras quando chega à Câmara e que o Satanás “está infiltrado no governo brasileiro”. Dois parlamentares citaram as imagens hoje em discurso na tribuna. Também nesta quinta, líderes do PSC e Feliciano foram pedir ao presidente da Câmara, Henrique Alves, e ao líder do governo, Arlindo Chinaglia, apoio para se manter no cargo.

Feliciano chega a dizer que, ao dizer isso, pode até cortar suas emendas, mas que ele, embora seja deputado, como pastor tem que dizer o que está ocorrendo. Durante um culto, o deputado também faz críticas a parlamentares evangélicos que não querem assinar proposta de sua autoria para a realização de um plebiscito sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

+ Conselho de Combate à Discriminação diz que Feliciano não tem “perfil e história” para presidir Comissão

+ Presidente da Câmara critica tumulto em comissão, mas Feliciano permanece no comando

+ Feliciano pede ‘desculpas’ a quem se sentiu ofendido por declarações

+ Marta Suplicy se diz ‘indignada’ com eleição de Feliciano para CDHM

+ Pastor tira ‘homofobia’ da pauta na 1ª reunião à frente dos Direitos Humanos

+ FHC critica nomeação de Feliciano para Comissão de Direitos Humanos

+ Líder do PT diz que fez apelo ao PSC para substituir Feliciano de comissão

+ Grupo de deputados do PT, PSB e PSOL, decide ir ao STF para tentar anular eleição de Feliciano

+ Em culto, deputado Pastor Marco Feliciano prega combate a projeto que criminaliza a homofobia

+ Marco Feliciano usa mandato em benefício de suas empresas e igreja

+ Abaixo-assinado reúne 340 mil assinaturas a favor da destituição de Feliciano

+ Presidente da Câmara não está disposto a rever a escolha do pastor para Comissão de Direitos Humanos e Minorias

+ Pastor Marco Feliciano, eleito para comissão, responde por estelionato e homofobia no STF

+ Deputado Marco Feliciano: “Não aceito as atitudes homossexuais em espaço público”

+ Deputado e pastor Marcos Feliciado, chama Aids de doença gay, compara ativistas LGBT com propaganda nazista e diz que é coisa do diabo

“Recebi uma mensagem de pureza e santidade. Vou falar como profeta. Me apavora entrar dentro da Câmara dos Deputados desse país e saber como o Satanás está infiltrado no governo brasileiro, não só no governo brasileiro, mas no governo do mundo. Satanás tem levantado homens e as mulheres, e a Igreja não tem se atinado a isso (…) Satanás levantou seu ativismo nesse país, existe uma ação de Satanás contra a família, dentro desse nosso governo, de esquerda, talvez vão cortar minhas emendas. Não fiquem apavorados, sou pastor, tenho que falar… Quando precisamos de apoiamento para coisa a favor da família, nem deputados crentes tem coragem de apoiar. Plebiscito sobre o casamento de homossexuais… imagine, a causa é boa, encontrei gente que é da Igreja que não possa assinar, o anti-cristo está operando…ninguém vai” , diz o deputado no vídeo.

Deputados pedem a renúncia de Feliciano

Na Câmara, a deputada Érika Kokay (PT-DF) foi à tribuna nesta quinta-feira, e voltou a pedir a renúncia de Feliciano, fazendo referência ao vídeo. O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ) também foi à tribuna para registrar que há manifesto de 150 pastores, do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), do Colégio Budista, e de movimentos da sociedade como professores de universidades públicas e da Via Campesina pedindo a renúncia de Feliciano. O deputado afirmou na tribuna que há um clamor da sociedade contra a permanência de Feliciano na presidência da comissão. Enquanto Chico Alencar discursava, Feliciano chegou no plenário e ouviu parte do discurso.

Depois do discurso, Chico Alencar e Feliciano se falaram. Segundo o deputado do PSOL, Feliciano disse que ficara triste a abalado com as palavras críticas ditas por alguém por quem ele tem respeito e pediu entendimento. Voltou a dizer que já pediu desculpas, que pode ter se equivocado, mas que não tem como renunciar porque mais de 40 mil pessoas o apoiam.

– Eu disse a ele que tem dois Marco Feliciano, um o pastor e outro no trato com os colegas deputados aqui. Que vejo as gravações dos cultos em que ele se transforma. Ofendeu a todos aqui na Câmara, dizendo que se apavora ao chegar aqui todas as terças e ver que o Satanás está imperando.

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) contou que ontem, depois do encerramento da sessão, cerca de 60 manifestantes foram à sala da Comissão de Direitos Humanos pressionar para serem ouvidos pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Jean levou um grupo de cinco manifestantes para conversar com Henrique. O presidente, disse Jean, ouviu, avisou que solicitaria o áudio e o vídeo da sessão e prometeu reabrir a discussão no colégio de líderes partidários.

Para Jean Wyllys, a pressão para que Feliciano renuncie vai continuar:

– Estamos vendo aqui uma queda de braços entre os interesses da sociedade organizada, que considera a presença de Feliciano na Comissão de Direitos Humanos um problema, e essa Casa não considera um problema. A pressão vai continuar, tem que continuar até porque eles costumam enterrar as coisas assim – disse Jean Wyllys.

Pastor não irá falar sobre o vídeo, diz assessor

O jornal O Globo procurou o deputado Marco Feliciano para falar sobre o vídeo. O assessor de Feliciano, Roberto Marinho, disse que o deputado não irá dar entrevista sobre esse assunto. O assessor afirmou, no entanto, que nos cultos Feliciano usa a linguagem espiritual e que é preciso separar o que ele fala nos cultos do que fala como deputado, na Câmara.

– Ele não está se referindo a ninguém em especial, não é o governo, são forças espirituais malignas infiltradas. Quando ele fala na Igreja, fala como homem espiritual, sobre forças espirituais superiores que induzem ao mal e ao bem – disse o assessor.

Roberto Marinho afirmou ainda que estão se proliferando muitos sites e perfis falsos de Marco Feliciano nas redes sociais e que, por isso, deste terça-feira, o deputado acionou a Procuradoria da Câmara pedindo que agisse, junto com a Polícia Federal, para coibir este tipo de atitude. Também avisou à procuradoria porque está recebendo ameaças de morte pelo twitter. Segundo o assessor, Marco Feliciano tem apenas um site oficial, que é possível acessar por meio da página da Câmara, o twitter e um perfil no Facebook. Ele acrescentou ainda que hackers entraram no site oficial dele várias vezes.

Sobre os pedidos de renúncia da presidência da comissão feitos por deputados, o assessor disse que Marco Feliciano quer a ajuda destes deputados para elaborar a pauta e garantir os trabalhos da comissão. Roberto Marinho afirmou ainda que Marco Feliciano contra com o apoio da igreja católica e da maioria das igrejas evangélicas e que os 150 pastores evangélicos que pedem sua renúncia são minoria entre o povo evangélico.

Fonte: O Globo

  1. Pingback: Nova frente por direitos humanos será lançada na Câmara | " F I N I T U D E "

  2. Pingback: Rio de Janeiro e São Paulo têm novas manifestações contra deputado Pastor Marco Feliciano 1 | " F I N I T U D E "

  3. Pingback: https://blogentrenos.wordpress.com/ | " F I N I T U D E "

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s