Paraná: Jovens agredidos denunciam homofobia Resposta

A agressão a dois rapazes no final de semana em Bom Sucesso (450 km de Curitiba, capital do Paraná) pode se configurar no primeiro de caso de homofobia da cidade. O crime aconteceu na madrugada de domingo, foi registrado pela Polícia Militar (PM), mas só foi divulgado ontem.




De acordo relato das vítimas, a confusão foi provocada por um homem, mas cerca de 15 jovens participaram das agressões, que teriam sido motivadas pela orientação sexual dos dois. As vítimas, gays de 18 e 29 anos, vão representar criminalmente contra o jovem que iniciou as agressões. Eles concederam entrevista ao jornal A Tribuna, mas preferem não ser identificados.


“Queremos levar o caso até o fim para que não volte a acontecer, porque se nada acontecer o infrator vai ter certeza da impunidade e voltar a fazer isso de novo”, disse o jovem de 29 anos.


Ele mora em São Paulo e estava visitando o amigo, que reside em São Pedro do Ivaí (cerca de 420 km de Curitiba). No sábado, foram a uma boate em Bom Sucesso. As primeiras agressões aconteceram dentro da casa noturna.


“Nós estávamos com duas amigas. Quando elas foram ao banheiro o rapaz se aproximou e deu um soco na minha orelha”, relatou o jovem de 18 anos.


Quando seu amigo foi avisado, também foi agredido. “Ele me disse para sairmos, porque um cara havia batido nele. Neste momento levei um soco no rosto”, contou a outra vítima. Por causa do tumulto inicial, o agressor saiu da boate. Um tempo depois os amigos decidiram ir embora.


“Mas ele esperava do lado de fora com outros rapazes. Esperaram nos afastarmos para nos atacar. Tentamos entrar na área de auto atendimento de um banco, mas não deu tempo”, disse a vítima de 29 anos. “Só não ficou pior, porque temos conhecidos em Bom Sucesso que viram e nos ajudaram. Quando perceberam que não estávamos desprotegidos fugiram”, detalhou o homem de 29 anos.