Atriz e cantora se beijam e são expulsas de avião nos EUA Resposta

Leisha Hailey, foto do Facebook

A atriz Leisha Hailey, que interpretou uma jornalista bissexual na série “The L Word”, afirma ter sofrido ataque homofóbico durante viagem. A atriz e sua namorada Camila Grey, da banda Uh Huh Her, teriam se beijado a bordo de um avião da Southwest Airlines e foram expulsas da aeronave. Elas estavam em El Paso, localizado no estado estadunidense do Texas.

Camila e Leisha



No twitter, Leisha contou que uma comissária de bordo disse que aquela “era uma companhia aérea familiar e um beijo não era ok”. Dessa maneira, escoltaram as duas para fora do avião.


A atriz também exigiu um pedido público de desculpas:

“SouthwestAir apoia empregados homofóbicos. Desde quando é ilegal demonstrar afeto a quem você ama? Eu quero saber o que a Southwest Airlines considera uma ‘família’”, escreveu. 


Em nota, a companhia aérea se defendeu das acusações:

“Nós recebemos várias reclamações de passageiros que apontam para um comportamento excessivo. Nossa equipe, responsável pelo conforto de todos os clientes a bordo, abordou as passageiras baseado apenas no comportamento e não no gênero”.

A desculpa é sempre a mesma, quando alguma empresa é homofóbica: comportamento excessivo. Engraçado que eu desconheço alguém que tenha sido expulso de alguma aeronave por “comportamento excessivo”, no caso, um beijo, heterossexual.