BO na internet faz crescer denúncia de intolerância 2



A internet está ajudando a diminuir a subnotificação dos crimes de intolerância. Com a possibilidade de registrar ofensas raciais ou homofóbicas pela web, a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) já recebeu 408 boletins de ocorrência neste ano, contra 176 no ano passado inteiro.
Sem fazer alarde, há cinco meses a Secretaria de Estado da Segurança Pública passou a permitir a denúncia dos crimes de injúria, calúnia, difamação e ameaça pelo boletim eletrônico na internet.
A delegada Adriana Liporoni, coordenadora da Delegacia Eletrônica, afirma que na motivação, além de raça, etnia e homofobia, é possível escolher até ciúme e inveja.
—Quando a motivação é racial ou de homofobia, os boletins são encaminhados diretamente à Decradi. 
Com a novidade, na Decradi os BOs eletrônicos já são quase o triplo dos feitos pessoalmente. Desde 31 de março, quando passou a ser possível registrar esse tipo de crime pela internet, a delegacia já recebeu 298 BOs eletrônicos — 157 deles referentes à capital. No mesmo período, 110 pessoas prestaram queixa pessoalmente.
O delegado Pascoal Ditura, titular do Decradi, lembra que, para que seja aberto inquérito policial, a pessoa tem de ir depois à delegacia fazer representação contra a pessoa. Por lei, o prazo para que isso seja feito é de seis meses. Quando a vítima presta queixa pessoalmente, pode fazer a representação na hora ou voltar depois.
De acordo com dados da Decradi, 17% dos casos registrados na delegacia em 2011 foram de lesão corporal dolosa. Os casos de injúria representaram 53%, seguidos por ameaça (20%), constrangimento ilegal (3%) e outros (7%).

Outras maneiras

Se você não mora no estado o de São Paulo, pode acessar:

2) Polícia Federal: http://denuncia.pf.gov.br

Esses dois sites servem para crimes virtuais. A Polícia Federal recomenda que, caso você encontre um site com crime virtual, não divugue nas redees sociais, mesmo que a sua intenção seja juntar mais gente para denunciar. Você deve apenas fazer a denúncia e aguardar, que providências serão tomadas.

Brasil: Facebook ‘de Jesus’ permite discutir aborto e casamento gay Resposta

(Foto: Reprodução)

Os usuários brasileiros ganharam uma nova opção de rede social. Trata-se do CristaoBook – uma espécie de Facebook, só que a partir de uma perspectiva cristã da vida. Ele não se resume a isso, no entanto. De acordo com o criador e dono do site, o web designer carioca e evangélico Armando Louder, o viés religioso não define o CristaoBook. “Ele é muito mais do que isso. Ele é um ambiente saudável e organizado para todos os tipos de discussão”, afirmou aoTerra, antes de complementar: “tendo em mente que o tema central é Jesus”.

Com “todos os tipos de discussão”, Armando se refere inclusive a questões pouco apreciadas pela ótica cristã da realidade, como o casamento homossexual e a legalização da maconha e do aborto, por exemplo. “Eu acho superválido e bacana que exista a discussão. O que importa é a intenção com que determinadas exposições são feitas. Se for com seriedade, não tem por que não acontecer”, exemplificou Armando, ao afirmar que, devido à própria experiência com o Facebook, ele sentiu a necessidade de criar um ambiente “sério” que abarcasse as discussões das pessoas que, cada vez mais, estão buscando um tipo de espiritualidade na vida.

A rede social tem 15 dias de existência e mais de 5 mil usuários cadastrados. A média de entrada diária é de 200 pessoas, mas cerca de 20% dos novos seguidores do site são, na verdade, perfis falsos que têm a intenção de “desorganizar” os rumos do CristaoBook, segundo dados do próprio site. A estrutura ainda é pequena: até agora, foram gastos R$ 1,5 mil em recursos próprios, com 2 processadores Intel L5630, 48 GB de memória RAM e um novo servidor, adquirido nos últimos dias. “Em 3 meses, vamos multiplicar o número de usuários. Por isso, precisamos crescer”, previu.

Para alcançar a almejada organização, o criador do site aposta na presença de “vigias”, que nada mais são do que moderadores que guiam as conversas. Não existe, porém, a intenção de censurar conteúdo. “Não chegaríamos ao ponto de influenciar alguém ou mudar os rumos de uma discussão de forma impositiva”, disse. Para isso, a rede social pretende criar aplicativos que, cada vez mais, consigam dar conta de bloquear palavrões e ofensas não somente à fé cristã, mas, principalmente, quando um usuário agir de forma ofensiva com outros. Atualmente, o site conta com somente dois moderadores: o próprio dono e a mulher dele, parceira também de negócios.

Facebook X CristaoBook
Questionado se o CristaoBook recebeu a benção de Mark Zuckerberg, do Facebook, Armando foi honesto: “na verdade, eu nem sei se eles sabem da nossa existência. Eu não fui atrás para pedir autorização”. O Terra foi e confirmou a suspeita do dono do CristaoBook. A assessoria do Facebook no Brasil afirmou que iria checar o novo site antes de ter algum posicionamento ou tomar alguma atitude. Das possibilidades, a mais drástica seria o pedido de retirada do CritaoBook do ar. Não por Zuckerberg não ser religioso – até mesmo porque não se sabe a inclinação da fé do CEO – mas porque o CristaoBook usa, além de parte do nome “Facebook”, o mesmo layout, cores e gerenciamento da rede social com o maior número de usuários do planeta.

Apesar do sucesso e de ser um bom negócio a existência de um “Facebook” cristão em um País em que a fé cristã é altamente difundida, não há um objetivo de lucro – pelo menos por enquanto. “Ainda não vieram nos procurar para fazer acordos de publicidade. Alguns ministérios de louvor entraram em contato para saber se poderiam usar o espaço para divulgar livros, músicas e encontros”, falou Armando. Antes de pensar no futuro – e no dinheiro – , o dono do CristaoBook quer cultivar a experiência de comunhão em um ambiente aberto às diferentes discussões, todas sob o olhar de Jesus, para fidelizar o público. “Eu ainda acho que com boas ideias e boas palavras, nós alcançamos boas soluções”.

*Fonte: Terra.

Facebook exclui foto de beijo gay Resposta

O Facebook decidiu remover uma fotografia de dois homens se beijando e o ato virou polêmica. 
A foto é do grupo de arte gay espanhol “Visible Culture LGBT”, cuja intenção era difundir um documentário que visa a criação de um Museu de Cultura Gay na Espanha. 

“Para eles, um beijo entre dois homens é uma questão delicada”, disse o organizador do projeto, Pablo Peinado, ao El País sobre a atitude. Ele acredita que a imagem deve ser considerada ofensiva para o Facebook.
A rede social deixa claro em suas regras que as imagens publicadas “não devem fazer referência a temas políticos, sexuais ou outras questões delicadas” e em email enviado à organização, alega que a fotografia do beijo gay foi eliminada por “violar as normas de publicidade do Facebook” . No entanto, afirmou depois que a exclusão pode ter acontecido devido a erros técnicos e pretende investigar o caso. 
*Com informações do site Virgula.

Jovem filma momento em que se assume gay para a mãe e coloca vídeo no Youtube. Assista: Resposta

Jovem filma momento em que conta para a mãe que é gay
Um usuário do YouTube conhecido como “Mallow610” decidiu filmar a conversa que teve com a sua mãe quando assumiu ser gay e compartilhar a experiência com os internautas, na esperança de ajudar as pessoas que não recebem o mesmo apoio de suas famílias.


No vídeo de oito minutos, ele espera a mãe chegar em casa e mostra toda a sua ansiedade e nervosismo à espera do momento certo de contar tudo sobre sua homossexualidade para ela.

Na nota sobre o vídeo, ele expressa todo o seu sentimento sobre o assunto:

“Finalmente eu tive a força de me assumir para a minha mãe. Minha mãe tem sido bastante solidária. Eu não poderia pedir por ninguém mais. Te amo. Cada circunstância é diferente e você vai saber a hora certa de se assumir. Tenha força. Resolvi postar isso para que eu pudesse compartilhar minha experiência com vocês. Espero que dê esperança para aqueles que não têm o apoio de suas famílias.”

Sobre estar mexendo no celular durante toda a conversa, o jovem explica:

“Eu sei que estou no meu telefone o tempo todo. Meu telefone é o meu cobertor de conforto, eu literalmente não consigo deixá-lo de lado quando eue stou ansioso. Não é a minha intenção, desrespeitar o conteúdo ou conversa. Ah, e ela (a mãe) não sabia que ela estava sendo filmada. Eu coloquei a câmera em uma caixa de lenços em cima da geladeira.”

Confira o video da conversa entre mãe e filho e veja o suporte que ela dá quando ele diz que é gay. Infelizmente, o vídeo é em inglês e não tem legenda. Mas mesmo sem dominar a língua inglesa, dá para ter idéia do que aconteceu:

Reforma do Código Penal terá discussão pela internet Resposta



Por Anne Warth

São Paulo – Homofobia e terrorismo não são crimes, enquanto a punição para furto é mais pesada que a de homicídio culposo – aquele cometido sem intenção de matar. Esses e outros temas da legislação brasileira serão examinados pela Comissão de Reforma do Código Penal, instalada no Senado a pedido do senador Pedro Taques (PDT-MT), e poderão sofrer mudanças para aumentar ou diminuir punições.
Naturalmente polêmicos, assuntos como aborto e crimes financeiros podem receber desde sexta-feira opiniões da população por meio do site http://www.senado.gov.br/senado/alosenado/codigo_penal.asp. As sugestões sobre descriminalização, definição de novos crimes e penas alternativas, entre outras, servirão para nortear o trabalho da comissão, que deverá apresentar um anteprojeto do novo Código Penal ao Congresso em abril.
A comissão, formada por 15 juristas, tem como objetivo elaborar uma legislação penal mais moderna e corrigir abusos e desproporções. Elaborado em 1940 e reformado em 1984, o Código Penal tem 350 artigos e há 119 leis penais fora dele. “O Brasil é o País dos mil crimes”, afirma o relator da comissão, procurador regional da República da 3.ª Região, Luiz Carlos Gonçalves. “Há leis demais, aplicação de menos, bobagens que são consideradas crimes e comportamentos graves e sérios que não são.”
É crime, por exemplo, furar fila para votação em dia de eleição, mas não é crime fraudar concurso público com uso de ponto eletrônico. Roubar prova de um concurso é crime, mas comprá-la, não. Portar, vender e adquirir material obsceno é crime que prevê de seis meses a dois anos de detenção. A legislação penal brasileira não tem definição para o terrorismo. Mas a lei que define lavagem de dinheiro prevê punição para aqueles que usam recursos provenientes do terrorismo para este fim.
Pessoas que agridem homossexuais atualmente são punidas por lesão corporal. Mas o procurador destaca que o artigo V da Constituição prevê que qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais deverá ser punida por lei específica. “Assim, não se pode deixar de fora a discriminação por orientação sexual, da mesma forma que a lei já pune outras formas de discriminação”, afirma.
A sugestão do relator é a inclusão da homofobia na Lei 7.716/89, que dispõe sobre os crimes de preconceito contra religião, raça e etnia. “Hoje, a pessoa discriminada por religião, fé, origem ou raça já tem a proteção da lei. A ideia é estender a lei diante de outras formas de discriminação, inclusive contra orientação sexual”, diz.
A pena para a gestante que faz aborto é de detenção de um a três anos. Para Gonçalves, ouvir a opinião da população sobre o tema será fundamental. “Na minha opinião, é preciso analisar a questão do aborto para encontrar uma solução que tanto proteja o direito à vida do nascituro quanto o direito à vida das mulheres que fazem abortos clandestinos e morrem em razão disso”, afirma. A ideia, segundo ele, será procurar uma resposta moderna de proteção às vítimas e de defesa social em questões polêmicas. “Para isso, é importante para a comissão que as diversas concepções filosóficas e religiões apresentem seu ponto de vista.”
Nos casos de crimes cometidos no trânsito, Gonçalves avalia que é preciso mudar a lei sobre o uso de bafômetro. Como ninguém é obrigado a produzir prova contra si, os motoristas embriagados frequentemente se recusam a fazer o teste. Para o procurador, a solução é modificar a lei para punir quem dirige alcoolizado, independente do grau de concentração de álcool no sangue. Dessa forma, a autoridade pública poderia presumir que o motorista está alcoolizado e o bafômetro estaria disponível justamente para que o motorista prove que não está. “O direito ao uso do bafômetro passaria a ser uma prova de defesa para afastar a presunção de embriaguez.”
A comissão pretende ampliar a quantidade de crimes punidos com medidas que não a prisão. Mas, para Gonçalves, aqueles cometidos com violência, tais como homicídio, crimes sexuais, roubo e sequestro, devem continuar a ser punidos com detenção. No caso do homicídio culposo, cometido sem intenção de matar, o procurador avalia que a punição deve ser elevada – hoje, a pena vai de um a três anos de prisão, menos severa que a do furto, de um a quatro anos de detenção. “Algumas leis dão a impressão de que o País se preocupa mais com o patrimônio do que com a vida das pessoas, e a vida humana parece ter um valor muito pequeno.”
Com tantos temas controversos, a orientação da comissão, presidida pelo ministro Gilson Dipp, é explorar ao máximo os espaços de consenso, modernizar e unificar o código e favorecer a internalização dos tratados internacionais que o País firmou, como a Convenção de Palermo, que dispõe sobre o crime organizado transnacional, e o Estatuto de Roma, que estabelece o Tribunal Penal Internacional. “O ambiente da comissão, formada por juristas notáveis, é ótimo para termos uma discussão franca sobre esses temas”, disse o procurador.
Agência Estado – Uma empresa do Grupo Estado – Copyright © 2011 – Todos os direitos reservados.

¨Leave Britney Alone¨.. Fenômeno da Internet vai estrear filme pornô gay Resposta

Chris na atual fase. Preparação para o filme pornô.
Se você não está familiarizado com a famosa frase ¨Leave Britney Alone¨, com certeza você não é muito ligado nas novidades da internet e nem é muito chegado na ¨princesa do pop¨, Britney Spears. Mas agora você pode querer se interessar melhor pelo autor da frase, que ficou famoso por fazer um vídeo em que chorava e pedia para os jornalistas deixarem Britney Spears em paz, na época em que a moça estava ¨pra lá de Bagdá¨, e agora vai estrear no mundo do pornô. 

Chris Crocker, 23, confirmou que estará em uma cena pornô dirigida pelo famoso diretor de filmes pornô, Chi Chi LaRue. 

Bem, o jovem que aconteceu do dia para noite com seus cabelos longos e loiros, chorando em um vídeo em que implorava para as pessoas pararem de perseguir a cantora Britney Spears, que passou vergonha durante apresentação no MTV Video Music Award, e que costuma se vestir de mulher e usar o codinome ¨Christine Crocker¨, agora cresceu e está com mais cara de homem. 

Ele virou fenômeno na internet em 2007, alcançando mais de quatro milhões de vizualizações nas primeiras 48 horas. No início desse ano, Chris lançou um álbum online entitulado ¨The First Bite¨. Ele também utilizou da fama para criar um diário virtual onde fala sobre os principais problemas relacionados ao mundo LGBT. 

Sobre o filme pornô, ele explica: 

Chris Crocker na época do vídeo que o
transformou em hit da Internet
– Eu já expus todas as outras partes de mim na câmera, não foi? Ter relações sexuais diante das câmeras com um estranho na verdade é muito menos revelador do que muitas das coisas que eu tenho postado no YouTube. A verdadeira questão para mim é: O que é pornografia? É uma exposição obscena e lasciva de si mesmo? Porque eu já fiz tudo isso vestido. 

Já o diretor LaRue também deu sua opinião: 

– Eu sou um grande fã de Chris Crocker. Como DJ, toco muito a música dele e adoro seus vídeos onde ele diz as coisas como elas são. Quero que este filme deixe as pessoas se perguntando sobre a própria natureza da pornografia e quero incorporar tudo o que Chris Crocker é: As entradas de diário em vídeo, a música, o artista, o freak.. 

As filmagem estão previstas para começar em novembro.

Confira o vídeo ¨Leave Britney Alone¨:

Confira o vídeo ¨Homofobia Sim¨, que está virando novo hit da Internet 1

Fabrício Mira (Foto: Reprodução)
Está circulando no YouTube o vídeo ¨Homofobia Sim¨, protagonizado e dirigido por Fabrício Mira, em que ele ataca a comunidade LGBT e faz elogios ao deputado homofóbico Jair Bolsonaro e a deputada Myrian Rios, defendendo ainda o dia do orgulho hétero. Mas antes de fazer qualquer comentário, sugerimos que você assista o vídeo até o final!!

Fabrício Mira é um diretor carioca que está se tornando conhecido por porduzir vídeos pornôs de ¨cunho político¨, em que critica políticas públicas, polícia e a sociedade carioca.

Em alguns de seus vídeos ele aparece fazendo sexo com travestis e mulheres. A intenção desse vídeo, que é revoltante nos primeiros minutos, fica claro no final, mas divide opiniões quanto seu conteúdo.

Assista ao vídeo e dê a sua opinião:

Internautas criam evento ¨Orgia Gay na casa de Bolsonaro¨ e deputado diz que tomará providências 1

(Foto:Reprodução)
Este pode ser considerado o evento do ano! Internautas usuários do Facebook lançaram um evento chamado ¨Orgia Gay na casa do Bolsonaro¨, que está maracdo para acontecer no dia 31 de Julho e já tem mais de oito mil pessoas confirmadas.

No ¨convite¨, pessoas comentam sobre as atitudes homofóbicas do deputado, que não mede esforços para atacar a comunidade LGBT e fez de tudo para impedir que o kit anti-homofobia fosse distribuídos para jovens acima dos 14 anos nas escolas, afim de exterminar a homofobia. Ele também é famoso pelas pérolas que solta em entrevistas e discursos, associando, por exemplo, gays à pedofilos.

No texto do convite, os usuários pedem que toda vez que o deputado Jair Bolsonaro der uma entrevista, falar na Câmara ou tirar alguma foto para o jornal, que as pessoas levantem a bandeira colorida, se beijem e demonstrem amor ao próximo, em uma tentativa de perseguir Bolsonaro.

Em uma entrevista para o site Exame.com, o deputado diz que isso não o intimida:

– Estas pessoas não têm respeito, nem moral, nem ética, elas estão surtando. A internet aceita tudo. Se eu for dar bola para tudo isto, estou perdido. Não vou recuar da minha vida e das minhas posições por causa disso. Se eles acham que vou, estão enganados.

Ele também citou que vai tomar providências contra o autor do convite:

– Isto não é uma brincadeira. Brincadeira é chamar alguém de ‘boiola’ tomando um chope. Quando o cara fala que vai até a minha casa, a coisa muda de figura.

E aí, você vai comparecer na festinha?

Público gay masculino ganha site de compras coletivas exclusivo – Gothan For Man reunirá ofertas irresistíveis Resposta

(Foto: Reprodução)
Muitas empresas perceberam nos últimos anos, a força do poderoso mercado gay. Público que gasta 30% mais que os heterossexuais e se mantém fiel às marcas, esse nicho tem atraído a atenção de diversos segmentos tais como moda, turismo, decoração, esportes, cultura, etc. Segundo o IBGE, 10% da população do Brasil é homossexual. Na visão corporativa, isso significa 18 milhões de consumidores. O potencial de compra dos gays é maior. Eles gastam mais em viagens, restaurantes, bares, casas noturnas, cinema, teatro, roupas, carros, etc.

De olho nesse público que não abre mão de produtos e serviços com qualidade, nasce no Brasil o primeiro site de compras coletivas para gays, o Gothan For Man. O site entra no ar hoje, próximo a data da Parada Gay. Um dos autores do site, Rafael Lopes, escolheu o nome Gothan For Man em homenagem a cidade onde viviam Batman e Robin. “A idéia é dar um ar urbano ao portal, ele é a porta de entrada para uma cidade virtual cheia de ofertas de lojas, spas, restaurantes, casas noturnas, bares, locadoras, clínicas de estética, operadoras de turismo, pet shops, etc”, declara o idealizador. Nas histórias em quadrinhos, Batman se transformava durante a noite e usava uma máscara para desempenhar uma de suas potencialidades, ou seja, agir de acordo com sua essência.

Já Robin, conhecido como menino prodígio, era o parceiro fiel e de todos os momentos de Batman. Era visível a forte ligação de amizade e cumplicidade entre os dois. A idéia do site é propiciar um ambiente diferente e autêntico, onde os gays poderão transitar de forma natural e livre, sem se preocupar com máscaras ou sombras. “Aqui eles podem vivenciar suas identidades de maneira plena. Esse público tem luz e talento próprios para conquistar o que quer em qualquer área da vida, sentimental ou material”, finaliza o autor.

O objetivo do projeto é oferecer serviços e produtos específicos para o público gay masculino tais como Cruzeiros para Gays, restaurantes e bares gay-friendly, produtos com temática homossexual, produtos eróticos, sensuais e outros. No início das atividades serão disponibilizadas ofertas nas cidades de São Paulo, e em seguida no Rio de Janeiro e na temporada de verão em Florianópolis.

Saiba mais através do site http://www.gothanforman.com.br

Sobre os sites de compras coletivas

Em 2010 começaram a surgir os sites de compra coletiva no Brasil. E cada vez mais essa forma de comércio tem crescido. Só para se ter uma idéia, no ano passado o setor movimentou cerca de R$ 10,7 milhões no Brasil e, segundo dados do e-bit, a estimativa chega à cifra de R$ 14 bilhões para este ano.

O motivo que tem resultado nesses números exorbitantes são as inúmeras vantagens que o e-commerce (compra e venda de produtos pela internet) oferece às empresas e aos consumidores também.

No caso dos consumidores, um dos maiores atrativos da compra pela internet é adquirir produtos com descontos que chegam a 90%. Já os comerciantes vêem esse nicho como uma excelente ferramenta que permite aumentar o mailing e oferecer os demais serviços da empresa.

Como o faturamento conseguido em função das compras é muito baixo, os estabelecimentos costumam lucrar mesmo é com as vendas cruzadas, ou seja, oferecendo outros serviços e produtos complementares àquele que já será consumido com o cupom promocional.

Os sites de compra coletiva são excelentes ferramentas para os comerciantes que querem firmar sua marca no mercado.

*Com informações do site Inteligemcia

Dono do Facebook e seu namorado são os maiores líderes GLS do mundo Resposta

Chris Hughes e o namorado, Sean Eldridge
De acordo com a revista norte-americana “Advocate”, que publicou uma lista com os principais líderes LGBT com menos de 40 anos, o co-fundador do Facebook, Chris Hughes e o namorado Sean Eldridge, encabeçam a lista.

Chris tinha 19 anos e estudava em Harvard quando, junto com outros três amigos, fundou o Facebook. Quatro anos depois, já formado, ele se mudou para a Califórnia e com os sócios tornaram a rede social um dos fenômenos dos tempos atuais.
Agora, aos 27 anos, Hughes não está mais envolvido com o Facebook, exceto como usuário e um dos principais acionistas, o que lhe rendeu uma fortuna.
O casal, que se conheceu em 2005, tem esperança de se casar em Nova York. Por conta de sua participação de pouco mais de 1% no Facebook, Chris Hughes tem um patrimônio líquido de US$ 700 milhões, o que o torna o gay mais rico do mundo com menos de 30 anos.
*Com informações de A Crítica

China: 32 mulheres foram presas por escreverem relatos eróticos em site gay Resposta

A polícia da China prendeu 32 mulheres por causa de escrita erótica em um site gay.

As mulheres, incluindo uma de 17 anos de idade, foram presas em Zhengzhou, capital da província de Henan. Eles teriam sido detidas por espalharem material obsceno.
A polícia disse que o site continha 80 mil contos eróticos e 600.000 membros registados. O dono do site teria dito que suas funcionárias eram mulheres jovens, comc erca de 20 anos e moradoras de cidades como Xangai, Guangzhou e Chongqing.
Em setembro do ano passado, relatórios apontam que 80 homens homossexuais foram detidos pela polícia em lugares próximos a Pequim. Eles eram, aparentemente, liberados depois de serem fotografados, apesar de pessoas alegarem que tiveram suas impressões digitais recolhidas e tiveramq ue fazer exames de sangue. 
A China só descriminalizou a homossexualidade em 1997 e era vista como uma doença mental até 2001.

Empresa responsável pelo site de vídeos gays ¨Corbin Fisher¨, lança produto para heterossexuais Resposta

Reprodução do site gay Corbin Fisher

A empresa Liberty Media Holdings (LMH), responsável pelo site de maior audiência sobre conteúdo adulto gay, Corbin Fisher, lançou um novo site chamado Coeds Corbin. 
O novo site será direcionado a um público específico, heterossexual, oferencendo produções de alta qualidade, como também é conhecido o Corbin Fisher, voltado para os gays.
¨Nós estamos animados sobre este período de expansão para a marca Corbin Fisher. Agora estamos em condições de fornecer um espaço para o nosso conteúdo para um público completamente novo¨, disse Bruan Dunlap, um dos responsáveis do Corbin Fisher.
Enquanto os primeiros vídeos do site serão retirados dos arquivos do Corbin Fisher, novas produções eróticas heterossexuais já estão sendo preparadas para serem incluídas como conteúdo exclusivo do site Coeds Corbin, que está sendo lançado hoje.
Corbin Fisher é um dos provedores de conteúdo on-line adulto voltado para gays em todo o mundo. Desde seu lançamento em 2004, o site tem crescido expressivamente através de sua participação em sites como AmateurCollegeMen.com e AmateurCollegeSex.com, CorbinsCoeds.com, GuysGoneBi.com e ShopCorbinFisher.com.